Mineração

Categoria:

Descrição

Estação de carregamento de trem a granel

O sistema de medição LaseBTL – Bulk Train Loading-station consiste de seis laserscanners LASE 2000D e uma Unidade de Controle LASE (LCU) .

Descrição

Em cada lado, dois laserscanners (na frente e atrás da estação de carregamento do trem) estão situados ao lado do trilho e medem a parede lateral dos vagões e do trator em um nível horizontal. Assim, a posição e a velocidade do trem são determinadas. Um outro laserscanner é instalado centrado na frente da estação de carregamento, acima dos trilhos, e mede o perfil interno para verificar o espaço livre dos vagões. Outro laserscanner está localizado atrás da estação de carregamento para medir cada nível de preenchimento.

Recursos do sistema:

  • Medição da velocidade do trem;
  • Medição do perfil interior para a detecção de vagões vazios;
  • Medição do nível de enchimento após o carregamento;
  • Posicionamento exato do trem.

Medição de volume de materiais em caminhões

O sistema LaseTVM – Truck Volume Measurement é um sistema de medição tridimensional altamente preciso, especialmente desenvolvido para medições de volumes de carregamento de caminhões.

Dois scanners a laser 3D da série LASE 3000D-C2-11x são instalados sobre a entrada da área de carga e medem o volume de caminhões que entram e saem da fábrica. Depois de chegar, os caminhões têm que parar sob este sistema de medição 3D para determinar o volume do trailer vazio. Depois de serem carregados com material a granel, os caminhões têm que parar novamente sob os scanners a laser 3D, a fim de determinar o trailer totalmente carregado também. Também não importa se os caminhões têm um reboque simples ou duplo. Ambas as medições de volume (vazias e completas) são encaminhadas para o software aplicativo LaseTVM, que opera com algoritmos de software específicos.

Outras funcionalidades do sistema nesta implementação são o reconhecimento da posição correta do caminhão dentro da área de medição a laser 3D com sinais de luz, recepção de dados a partir do reconhecimento de placas e fotografias de caminhões vazios também.

A aplicação tem uma alta versatilidade e pode ser usada para medições de volume e perfil de todos os diferentes materiais – como minério, pedras, areia ou até aparas de madeira – que são transportados como material a granel em caminhões. Pode ainda ser instalada tanto em combinação com um sistema de semáforos quanto com um sistema GATE ou até mesmo um sistema de quiosque em que as câmeras OCR capturam o número / matrícula durante o registro.

Benefícios para o cliente:

  • Eliminação de medições de peso defeituosas por umidade dentro da conversão (até 20% do volume);
  • Exclusão de manipulações de peso;
  • Sistema de medição a laser altamente exato (precisão de cerca de 2%);
  • Aquisição instantânea de volume sem fatores de conversão;
  • Duração da digitalização de aproximadamente5 segundos por caminhão;
  • Armazenamento de dados de medição para auditoria simplificada;
  • Planejamento de recursos empresarial confortável (ERP);
  • Manutenção remota e suporte online durante o comissionamento.

Medição de volume de pilha

O sistema LaseBVH – Bulk Volume Heap fornece o perfil de pilha 3D e medição de volume para máquinas de pátio como empilhadeiras e retomadoras.

Descrição

Dependendo do volume de material, um ou mais laserscanners 3D são instalados em uma máquina. O scanner trabalha a partir da parte superior da máquina e varre o perfil da pilha de material. Levando em conta a posição da unidade, um perfil tridimensional será desenvolvido e comparado com o chamado “perfil 0”, que foi obtido durante o comissionamento. Em todas as operações posteriores, a imagem 3D atual da pilha será carregada com este “perfil 0”. Dos dados obtidos, o software aplicativo LASE CEWS calcula o perfil e o volume do montante com precisão.

Recursos do sistema:

  • Medição precisa de volume;
  • Inventário contínuo;
  • Base para descarte de material;
  • Instalação simples;
  • Baixo custo de investimento;
  • Garantia de qualidade / melhoria;
  • Otimização de processos;
  • Documentação e registros;
  • Base para automação de processos.

Medição de volume em Bunker

O sistema LaseBVB – Bulk Volume Bunker consiste de dois laserscanners instalados centrados na viga da ponte rolante sobre a correia transportadora.

Descrição

Os dados coletados pelos sensores são enviados para a Unidade de Controle LASE (LCU). Um perfil bidimensional do montante é registrado e, com a informação de posição da grua, um perfil tridimensional de toda  a pilha é desenvolvido e comparado com o chamado “perfil 0”, criado com o espaço vazio durante o comissionamento. O bunker aqui é dividido em campos análogos à um tabuleiro de xadrez e subsequentemente o nível atual do material (máximo, mínimo, médio) em cada casa do tabuleiro é transferido para o sistema de processamento central. Nesse momento é possível que várias pontes operem sobre o mesmo depósito de material, sendo que em cada grua será instalado um sensor. O software suporte trabalhar com até quatro depósitos simultaneamente.

Recursos do sistema:

  • Medição precisa de volume;
  • Inventário contínuo;
  • Base para planejamento;
  • Instalação simples;
  • Baixo custo de investimento;
  • Garantia de qualidade / melhoria;
  • Otimização de processos;
  • Documentação e registros;
  • Base para automação de processos.

Medição de volume em correia transportadora

O sistema LaseBVC – Bulk Volume Conveyor consiste de um laserscanners 2D instalados centralizado sobre a correia transportadora ao longo do eixo de transporte do material. Um perfil bidimensional da pilha é gerado com os dados obtidos utilizando um perfil zero gravado no comissionamento do sistema com a correia vazia.

Descrição

Em conjunto com a velocidade da correia o software LASE CEWS pode calcular o fluxo de volume e a densidade precisa do material, permitindo a visualização das informações através de diversas interfaces.  Com a utilização de um scanner de alta resolução com até 300 escaneamentos por segundo, o material é registrado com alta confiabilidade. Mesmo com altas velocidades de transporte. Algoritmos especiais para o ajuste para o ajuste e calibração garantem a alta precisão deste sistema robusto e eficiente.

Recursos do sistema:

  • Medição precisa de volume;
  • Medição sem contato
  • Cálculo contínuo do fluxo de volume e taxa de fluxo de massa;
  • Soma automática para volume e massa;
  • Aferição de centralização da correia;
  • Notificação de poluição (disponível com LMS 211);
  • Até quatro lasers por Unidade de Controle (LCU);
  • Interface analógica 4-20mA (opcional Ethernet TCP/IP, Profibus DP, RS 422, RS 232, Digital I/O) ;
  • Ferramentas para análise extensiva;
  • Baixo investimento inicial;
  • Recursos de controle para processos de dosagem.

Medição para virador de vagões

O sistema LaseRCD – Rail Car Dumper garante a detecção sem contato de objetos estranhos e um controle de vazios confiável para estações de descarregadores de vagões ferroviários rotativos (ou os chamados “viradores de vagões”). Esta aplicação utiliza tecnologia de medição a laser 3D com alta precisão, mesmo sob condições adversas.

Descrição

Scanners 3D são montados acima dos vagões e do virador de trilho. O aplicativo LaseRCD recolhe os dados dos laserscanners e executa todos os cálculos necessários. Antes de derrubar os vagões, o sistema mede a superfície do material girando o plano de varredura de um lado do vagão para o outro. Após o procedimento de descarga, é medida a superfície interna de cada vagão. Durante essas varreduras objetos estranhos ou material remanescente são detectados, o que pode ser visto dentro do software como uma nuvem de pontos 3D. Assim, é garantida uma operação segura e um descarga eficiente.

Recursos e benefícios do sistema:

  • Determinação de objetos estranhos em cima do material em vagões;
  • Controle de vazios após o processo de descarga;
  • Aplicável para estações de despejo simples ou múltiplas (tandem, triplo, quádruplo);
  • Posição do vagão e medição da altura;
  • Construção robusta;
  • Resultados de medição confiáveis.

Anticolisão de máquinas

O sistema LaseACS – Anti Collision Stacker/Reclaimer trabalha em regime permanente enquanto a máquina estiver em operação. Cada Laserscanner 2D (geralmente instalado sob a lança da empilhadeira / retomadora) gera uma área (plano) de proteção de 180° com um raio de cerca de 50 metros ao redor da máquina. Cada área de anticolisão pode ser subdividida em várias subzonas representando diferentes tipos de alarmes.

Os Laserscanner serão interligados à uma unidade gerenciadora (LCU). O programa aplicativo anticolisão incorpora também a função de “caixa preta”, permitindo a rastreabilidade de ocorrências, auxiliando no entendimento e gerenciamento de tais eventos.

Anticolisão máquina-máquina

Tem como objetivo principal de proteger a estrutura da lança e contrapeso. Qualquer área criada que for violada por um obstáculo como, por exemplo, a lança de outra retomadora, gerará um alarme correspondente. Do mesmo modo como mostrado nas figuras, também será instalado um Laserscanner 2D na parte traseira da máquina, para cobrir o ângulo de movimentação do contrapeso.

Anticolisão máquina-pilha

Para esta finalidade está previsto um radar 1D instalado na extremidade da lança das empilhadeiras, direcionado para baixo medindo sua distância em relação às pilhas.

Anticolisão para caminho de rolamento

Objetiva proteger a estrutura dos truques (direito, esquerdo, frente e trás) de cada máquina, impedindo a colisão com objetos que estejam no caminho de rolamento (trilho) da máquina durante seu deslocamento. Dois Laserscanners 2D deverão ser instalados na parte inferior da estrutura da máquina, conforme figura à direita. Nessa configuração os lasers conseguem detectar qualquer objeto que esteja na área monitorada (caminho de rolamento), a fim de evitar a colisão durante a movimentação da máquina.

Recursos do sistema:

  • Possibilita a operação de máquinas sem operadores;
  • Redução do risco de acidentes;
  • A customização dos principais parâmetros do sistema;
  • A eliminação de alarmes falsos, através de avançados algoritmos e filtros evitando paradas desnecessárias do equipamento;
  • Garantia de qualidade / melhoria;
  • Otimização de processos;
  • Documentação e registros;
  • Base para automação de processos.