Os scanners ARTEMIS funcionam em sinergia para o escaneamento superficial de commodities a granel gerando uma nuvem de pontos. Essa nuvem de pontos alimenta o pacote de softwares Ronin com as coordenadas espaciais que são necessárias para gerar o resultado do mapeamento superficial. Pontos flutuantes causados por poeira, pássaros, e outras fontes são automaticamente retirados antes da renderização final