Produtos

  • As células de carga de cisalhamento da BROSA são construídas com base no princípio do feixe de cisalhamento e podem ser facilmente adaptadas às condições e exigências locais. Graças às suas pequenas dimensões podem ser facilmente adaptadas, tanto em situações com baixas alturas de instalação quanto onde uma instalação não foi originalmente planejada. A construção robusta em aço inoxidável de alta qualidade faz com que os sensores de força de cisalhamento sejam extremamente confiáveis ​​em uso contínuo.
    • Amplificador integrado (4-20mA, CANopen, opcional, PROFINET, opcional PROFIsafe);
    • Design capaz de operação sustentada;
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80 ° C (opcional + 160 ° C);
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529 (Opcional IP69);
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.
  • Graças ao aço inoxidável de alta resistência e um design baseado em FE, as células de carga de compressão BROSA suportam as maiores tensões. Mesmo sob forte pressão, a vida útil dos sensores compactos é muito longa, devido à capacidade de sobrecarga de até três vezes a faixa de medição. Aplicações nas mais severas condições ambientais são possíveis a longo prazo para células de carga de compressão BROSA devido à comprovada tecnologia de strain gauges e amplificadores sofisticados com resultados de medição confiáveis ​​e precisos.
    • Amplificador integrado (4-20mA, CANopen, opcional, PROFINET, opcional PROFIsafe);
    • Alta capacidade de sobrecarga;
    • Design capaz de operação sustentada;
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80 ° C (opcional + 160°C);
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529 (opcional IP69);
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.
  • As células de carga de tensão BROSA são feitas de aço de alta qualidade de grão fino. Dependendo dos requisitos, podem ser obtidas medições precisas com alta estabilidade, mesmo em faixas de medição extremas de até 8.000 kN. Aplicações nas mais severas condições ambientais são possíveis a longo prazo devido à comprovada tecnologia de strain gauge e amplificadores sofisticados com resultados de medição confiáveis ​​e precisos. As células de carga de tensão BROSA são feitas de uma peça de trabalho sem solda, mesmo com extremidades de garfo de um ou dois lados. Acabamentos marítimos ou continentais são oferecidos como proteção permanente contra corrosão.
    • Amplificador integrado (4-20 mA, CANopen, opcional CANopen Safety, PROFINET, opcional PROFINET PROFIsafe);
    • Design capaz de operação sustentada;
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80°C(opcional +160°C);
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529 (opcional IP69);
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.
  • A célula de carga para força normal BROSA pode ser usado nas posições dos mancais para detectar a força do peso Fn que ocorre ali. Essa solução simples permite que a medição das forças de rolamento seja integrada à construção existente com pouco esforço. Isso é possível porque o transdutor de força, como todos os sensores de força do BROSA, pode ser adaptado individualmente à situação da instalação. A calibração correspondente à respectiva situação de instalação também garante alta precisão de medição.
    • Amplificador integrado (4-20mA, CANopen, opcional, PROFINET, opcional PROFIsafe);
    • Design capaz de operação sustentada;
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80 ° C (opcional + 160 ° C);
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529 (opcional IP69);
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.
  • As células de carga tipo barra BROSA são projetadas de forma compacta e suportam cargas extremas devido ao uso de aço de alta resistência. Graças às variantes de design com roscas internas e externas para forças de tração e compressão e cabeças combinadas correspondentes, o sensor é extremamente versátil. Para aplicações nas mais severas condições ambientais, as células de carga tipo barra BROSA são ideais devido à comprovada tecnologia de strain gauge e amplificadores  sofisticados com resultados de medição confiáveis ​​e precisos.
    • Amplificador integrado (4-20 mA, CANopen, opcional CANopen Safety, PROFINET, opcional PROFINET PROFIsafe);
    • Design capaz de operação sustentada;
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80 ° C (opcional + 160 °C);
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529 (opcional IP69);
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.
  • As células de carga tipo bloco BROSA medem forças horizontais de cisalhamento e rolamento sem considerar as cargas verticais. Graças ao seu design, são dispositivos de medição extremamente robustos e que podem ser instalados de forma a serem antiderrapantes. Devido à comprovada e testada tecnologia de strain gauge, as células de carga tipo bloco BROSA podem ser utilizadas ​​permanentemente sob as condições ambientais mais extremas. E seus amplificadores totalmente desenvolvidos permitem resultados de medição confiáveis ​​e exatos.
    • Amplificador integrado (4-20mA, CANopen, opcional, PROFINET, opcional PROFIsafe);
    • Design capaz de operação sustentada;
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80 ° C (opcional + 160°C);
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529 (opcional IP69);
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.
  • As células de carga tipo bucha BROSA oferecem vantagens decisivas graças ao seu design patenteado de três pontos: as forças fluem de maneira ideal através dos pontos de medição, permitindo assim uma alta precisão de medição. Os requisitos do cliente podem ser flexíveis, individualmente e facilmente implementados. Graças ao design compacto e robusto, o uso nos ambientes mais implacáveis ​​não é um problema. As células de carga tipo bucha oferecem a vantagem de poderem ser instaladas na estrutura existente para economizar espaço.
    • Amplificador integrado (4-20 mA, CANopen, opcional CANopen Safety, PROFINET, opcional PROFINET PROFIsafe);
    • Design capaz de operação sustentada;
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80°C(Opcional + 160°C);
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Integração muito fácil em aplicativos existentes;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529;
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.
  • As células de carga tipo pino BROSA são fabricadas em aço inoxidável e podem resistir às mais altas exigências em robustez. São desenvolvidas de acordo com vários conceitos de elementos construtivos de máquinas. Considerando a situação exata de instalação desde o desenvolvimento à calibração dos sensores, é possível alcançar e garantir alta precisão à longo prazo. As células tipo pino oferecem a vantagem de poderem ser instalados na estrutura existente para economizar espaço. Por exemplo, eles podem ser usados no lugar de um parafuso nos rolamentos do garfo.
    • Amplificador integrado (4-20 mA, CANopen, opcional CANopen Safety, PROFINET, opcional PROFINET PROFIsafe);
    • Design capaz de operação sustentada;
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80 ° C (opcional 160 ° C);
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529 (opcional IP69);
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.
  • As células de carga tipo rótula BROSA monitoram de forma confiável as forças nos cilindros de suporte. Devido ao design especial dos sensores, eles são extremamente insensíveis às forças no desvio da direção de medição e das forças transversais. Assim, as forças axiais podem ser medidas com precisão em cada base, mesmo em superfícies irregulares ou inclinadas. A estabilização ideal de veículos de emergência ou equipamentos móveis pode ser assegurada a qualquer momento com as células de carga do suporte. Devido à construção robusta com materiais de alta qualidade, os sensores são ideais para operação contínua.
    • Insensível à introdução diagonal da força;
    • Amplificador integrado (4-20mA, CANopen, opcional, PROFINET, opcional PROFIsafe);
    • Design capaz de operação sustentada;
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80 ° C;
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529;
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.
  • As células de carga tubulares BROSA medem as forças radiais em um eixo com uma direção de transmissão de força constante ou variável. Podem ser utilizadas como alternativa mesmo em eixos que anteriormente não eram adequados para medições de força devido às suas dimensões ou deflexão. Além disso, a combinação de várias células de carga tubulares em um eixo é possível. Opcionalmente, as células de carga tubulares BROSA podem ser equipadas com um sensor de ângulo integrado que detecta a inclinação do sensor. A força resultante ou, com a versão angular, até mesmo a tração da linha pode ser emitida como um sinal de saída.
    • Amplificador integrado (4-20 mA, CANopen, opcional CANopen Safety, PROFINET, opcional PROFINET PROFIsafe);
    • Design capaz de operação sustentada (opcional 160 ° C);
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80 ° C;
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529 (Opcional IP69);
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.
  • Os inclinômetros BROSA são caracterizados pela alta estabilidade e precisão a longo prazo. O acabamento de alta qualidade e o uso de tecnologia robusta de MEMS trazem vantagens decisivas. A tecnologia MEMS usada pode suportar choques de até 3500 g em operação. Outros recursos impressionantes incluem alta precisão de medição e extrema resistência à vibração para aplicações versáteis.
    • Amplificador integrado (4-20mA, CANopen, opcional de segurança);
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80 ° C;
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529.
  • Os transdutores de pressão BROSA são extremamente resistentes a choques e vibrações devido à sua construção soldada de aço inoxidável notavelmente robusta. Sua construção especial permite aplicações com alta estabilidade à longo prazo sob as condições mais severas. Especialmente no setor hidráulico móvel, os transdutores de pressão são caracterizados por seu bom funcionamento e confiabilidade. A eletrônica integrada funciona com muita precisão sob condições extremas de EMC e na faixa de temperatura compensada.
    • Amplificador integrado (4-20mA, CANopen, opcional, PROFINET, opcional PROFIsafe);
    • Design capaz de operação sustentada;
    • Temperatura compensada de -40 ... + 80 ° C (opcional + 160°C);
    • Alta resistência EMC de 200 V / m;
    • Sem variação zero, ou seja, não é necessária qualquer calibração;
    • Precisão consistente em toda a faixa de temperatura;
    • Projeto para forças de tração e / ou compressão;
    • Limite de carga 150% e carga de ruptura 300% da carga nominal;
    • Classificação de segurança PL c / SIL 1;
    • Classe de proteção IP66 / IP67 de acordo com a norma DIN EN 60529 (opcional IP69);
    • Calibração da situação de instalação reproduzida inclusive relatório de teste.